Almeida Garrett

João Baptista da Silva Leitão de Almeida Garrett (1799-1854), foi um dos maiores escritores românticos de Portugal . Deixou-nos obras-primas na poesia, no teatro e na prosa, inovando a escrita e a composição em cada um destes géneros literários, interessou-se pela história e pelo folclore nacionais.
Recebeu uma formação religiosa e tradicional, o que era costume naquela época. Tirou o curso de Direito, em Coimbra, onde adquiriu os ideais do liberalismo, em 1823 com a subida dos absolutistas ao poder, vê-se obrigado a exilar-se em Inglaterra, onde começa o estudo do romantismo. Quando regressa a Portugal começa a participar na vida política de então. Depois com a contra-revolução de D. Miguel volta outra vez ao exílio, mais tarde entra no exército liberal de D. Pedro IV e participa no cerco do Porto. Exerce funções diplomáticas em Londres, em Paris e em Bruxelas. Após a Revolução de Setembro é Inspector-geral dos Teatros e funda o Conservatório de Arte Dramática e o Teatro Nacional. Com a ditadura de Costa Cabral, Almeida Garrett é posto de parte na vida política do país e dedica-se á escrita. Durante a Regeneração recebe o título de visconde e é nomeado Ministro dos Negócios Estrangeiros.

Garrett ficou conhecido como o introdutor do Romantismo em Portugal , ficando célebre com estas obras: “Viagens na Minha Terra” e “Frei Luís de Sousa”.

Ana Rita Soares nº1 11ºC

Bibliografia:

* Manual do 11º ano de História : Cadernos de História A5
* Manual do 11º ano de Português : Comunicar
* http://www.edusurfa.pt/area.asp?tipo=1&seccao=4&area=2&artigoid=153